Áreas de Atuação

Uro-Oncologia e Urologia Geral



Além dos tratamentos dos tumores de próstata, rim e bexiga, outros tumores menos frequentes também são tratados pela nossa especialidade:

- Neoplasias da glândula supra-renal
O tumor mais frequente das glândulas adrenais é o adenoma, uma neoplasia benigna, que na maioria das situações apresenta pequenas dimensões e não necessita de nenhum tratamento específico. Outros tumores de glândula adrenal incluem hiperaldosteronomas, feocromocitomas, neuroblastomas, ganglioneuromas, mielolipomas e carcinomas. A indicação de remoção cirúrgica da glândula supra-renal está relacionada ao tamanho da lesão, à suspeita de malignidade e à produção de hormônios ou substâncias metabolicamente ativas pela lesão.

- Câncer de testículo
É o tumor mais frequente no homem jovem (15-40 anos). Normalmente o paciente percebe a presença de um nódulo endurecido no testículo. O tratamento primário deste tumor envolve a remoção do testículo e de seu cordão espermático através de uma incisão na região inguinal. Não deve haver retardo no seu tratamento, tendo em vista que ao mesmo tempo em que possui um alto potencial de gerar metástases também possui um alto índice de cura desde que diagnosticado e tratado em tempo hábil.



Pacientes que já possuam metástases no diagnóstico ou que possuam um alto risco de micrometástases são aconselhados a realizar quimioterapia após a realização da cirurgia de remoção do testículo. Os pacientes portadores de metástases que são submetidos a quimioterapia e não apresentam regressão completa das lesões podem ser aconselhados a realizar a remoção cirúrgica de gânglios metastáticos ou mesmo quimioterapia de resgate.

- Outros tumores:  Outros tumores do trato genito-urinário menos freqüentes incluem as neoplasias uroteliais do trato urinário superior (tumores de ureter e pelve renal), tumores de pênis e tumores de uretra. Cada uma dessas neoplasias apresenta abordagem diagnóstica e terapêutica específicos. Tendo em vista tratarem-se de tumores menos freqüentes, necessitam de um alto índice suspeição para que possam ser adequadamente diagnosticados e tratados.

- UROLOGIA GERAL
O urologista também é o médico responsável pela avaliação e cuidados relacionados à saúde do homem. Dentro deste espectro são avaliadas questões relacionadas a dificuldades sexuais, deficiências hormonais e infertilidade. Outra queixa comum em consultório são as infecções urinárias. Estas infecções causam uma série de transtornos aos seus portadores e com frequência requerem o acompanhamento do urologista para adequado manejo e acompanhamento. Doenças sexualmente transmissíveis apresentam também diagnóstico e manejo que necessita ser individualizado para adequado resultado terapêutico.